domingo, 29 de julho de 2012

Gilson Caroço é morador do SPL @Reinaldo_Cruz @19200_Gilson #19200 #VoteCaroço http://t.co/xEdES5du

Para Vereador Vote Caroço 19200 PTN





Gilson Caroço
Número:
19200





“O que vocês querem é o mesmo que eu quero, melhorias para a nossa cidade com mais educação e saúde digna para todos”.

Quem Sou?

Gilson José de Menezes, popularmente conhecido como Gilson Caroço, nasceu no dia 21 de Fevereiro de 1958, em Araxá – MG, filho de Jorge José de Menezes e Maria Augusta de Menezes, pioneiros do Setor Pedro Ludovico. Gilson Caroço é casado com Marta Maria Silva de Menezes e tem dois filhos: Gilson Júnior e Lorena Silva; é avô da pequena Beatriz.
Para Vereador Vote Caroço 19200 PTN
Gilson Caroço é morador do Setor Pedro Ludovico há 53 anos, profundo conhecedor dos problemas e necessidades, não só do bairro, mas de toda a região sul da capital. Funcionário da SANEAGO a mais de 30 anos, onde ocupa o cargo de agente administrativo.
Não queremos e não vamos fazer política na forma tradicional. Somos diferentes e queremos provar a nossa diferença. Precisamos apresentar nosso projeto para você e seus amigos, e assim ganhar a eleição com as nossas ideias.
Gilson Caroço 19200 PTN
Vamos nos diferenciar pelo conteúdo das nossas propostas, pela ética, pela honestidade e pela competência. Além do mais, como os políticos tradicionais estão sendo questionados pela sociedade, por se envolver em uma série de escândalos, irregularidades e por não cumprir responsavelmente o mandato que é do povo.
Não temos dinheiro para fazer campanha milionária, como muitos fazem em Goiânia. Estou nessa luta no peito e na raça, graças ao trabalho que sempre fiz por minha comunidade e nossa cidade.
Preciso do seu voto e de sua família para que seja eleito e possa ganhar força e meu trabalho em prol da comunidade possa continuar.
Já me considero um grande vencedor pela manifestação de apoio e confiança da comunidade, mas espero ser merecedor do seu voto para continuar a minha luta na Câmara Municipal por uma Goiânia cada vez melhor.
Tem candidato que promete lutar para construir isso ou aquilo em nossa capital, Gilson Caroço defende a ideia que é preciso primeiro é fazer funcionar a estrutura que já existe fazer com o cidadão seja atendido de forma eficiente e digna, pois não adianta edificar um hospital se o atendimento nele será precário.
Gilson Caroço 19200 PTN
A forma que isso pode ser feito é através do Plano Diretor que é tratado muitas vezes apenas para resolver questões de uso do solo ou preservação ambiental. No município, o vereador ou a vereadora, por ter maior proximidade e conhecimento dos problemas da população e das dificuldades financeiras enfrentadas, sabe quais são as prioridades e pode direcionar melhor as soluções e os recursos, tornando mais eficiente e transparente a administração.
Melhores escolas, creches para nossas crianças, habitação popular, saúde digna, transporte eficiente e etc. Todos esses temas importantes podem ser tratados através do Plano Diretor da nossa capital e será nossa bandeira na Câmara Municipal e junto com o prefeito Paulo Garcia.
Tenho certeza que o que eu quero é o mesmo que você quer. Melhorias para nossa cidade, com segurança, educação e saúde digna para todos.
Para Vereador Gilson Caroço 19200 PTN
Agradeço as pessoas que estão engajadas na campanha e convido aqueles que ainda não conhecem meu projeto para conhecer e integra-lo, venham a abraçar a minha candidatura para chegar a Câmara Municipal de Goiânia.
Se achar que sou merecedor do seu voto, conte para os seus amigos que o meu número é 19200; Que Deus, abençoe a todos!
HTTPS://twitter.com/19200_Gilson  http://www.youtube.com/user/19200GilsonCaroco/   http://www.facebook.com/gilsonmenezes.caroco
Para Vereador Gilson Caroço 19200 PTN
 

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Vila Nova goleia e chega a vice liderança @Reinaldo_Cruz @19200_Gilson http://t.co/KQBJvYaX #19200 #19

O Vila Nova voltou a convencer o seu torcedor, neste domingo. Depois de duas rodadas sem vitórias na Série C do Campeonato Brasileiro, o time goiano foi seguro e goleou o Duque de Caxias, por 4 a 1, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), pela quinta rodada. O destaque desta partida foi Pedro Júnior, que marcou dois gols.
Com esta vitória, a equipe colorada, agora com sete pontos, pulou para a segunda colocação do Grupo B, que tem como líder o Madureira, com três tentos a mais. Os goianos, que ainda vivem fase política e administrativa muito instável, voltam a campo no próximo sábado, às 16h (de Brasília), contra o lanterna Tupi, também no Serra Dourada.
Já o Duque de Caxias estacionou nos três pontos e amarga a penúltima colocação da chave, na zona de rebaixamento à Série D de 2013. Também no sábado, no mesmo horário, o time tricolor tenta a reabilitação diante da Chapecoense, no Estádio Marrentão, em Duque de Caxias (RJ).
Aos 23min do primeiro tempo, Pedro Júnior abriu o placar para os mandantes. As redes só voltaram a balançar aos 20min da etapa complementar, com Rafael Vaz. Pedro Júnior, mais duas vezes, aos 24min e aos 35min, fechou a conta para o Vila Nova e decretou a goleada. Já aos 43min, Charles descontou para os cariocas.
O que vocês querem é o mesmo que eu quero, melhorias para nossa cidade.
Quem também venceu foi o Fortaleza, que, no entanto, não teve a mesma tranquilidade. No sufoco, o time tricolor derrotou o Salgueiro, por 2 a 1, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE). Com este resultado, os cearenses se aproximaram do G4, que garante vaga na próxima fase do Nacional, euquanto a equipe pernambucana fica próximo à zona de rebaixamento.
Veja todos os resultados deste domingo:

Fortaleza 2x1 Salgueiro
Luverdense 2x1 Icasa
Vila Nova 4x1 Duque de Caxias
Chapecoense 1x1 Macaé

Fonte: Gazeta Esportiva

Mensalão, até que enfim o julgamento @Reinaldo_Cruz @19200_Gilson http://t.co/KQBJvYaX #19200 #13

A dez dias do início do julgamento mais esperado do Supremo Tribunal Federal, os protagonistas do processo do mensalão, que ao todo envolve 38 réus, começam a ganhar a mídia novamente. O esquema de compra de votos dos parlamentares da base aliada para a aprovação de projetos do governo federal foi delatado, em 2005, pelo presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson. O ex-deputado declarou, na semana passada, que está confiante na sua absolvição e sustenta que o julgamento do STF “será técnico e não político”. Jefferson é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por, supostamente, ter recebido R$ 4 milhões do chamado valerioduto, que seria operado pelo publicitário Marcos Valério e abastecia parlamentares aliados ao governo.

Aliás, Valério voltou às manchetes com uma notícia alentadora, para ele. O Tribunal de Contas da União considerou regular o contrato milionário da empresa de publicidade DNA com o Banco do Brasil, o que pode atenuar a sua implicação. A ministra Ana Arraes entendeu que uma lei aprovada em 2010 com novas regras para a contratação de agências de publicidade pela administração pública - e que valeriam para contratos já encerrados - esvaziaram a irregularidade apontada anteriormente pelo próprio TCU contra Valério.

Ex-ministro da Casa Civil do governo Lula, José Dirceu é apontado pela Procuradoria-Geral da República como o “chefe da quadrilha” do mensalão. Depois de pedir que os estudantes saíssem às ruas em sua defesa, no encontro da União da Juventude Socialista, realizado mês passado, no Rio de Janeiro, Dirceu preferiu agora, às vésperas do julgamento, fazer um retiro. Foi ao interior de Minas Gerais gozar de alguns dias de sossego em Passa Quatro, sua cidade natal. Mas o ex-ministro ainda pode surpreender com uma aparição pública. Ele é um dos palestrantes confirmados para um debate no Memorial da Resistência de São Paulo, no próximo sábado, sobre a luta armada contra a ditadura militar. Ele foi convidado a falar sobre a história do Molipo (Movimento de Libertação Popular), do qual foi dirigente.

Também respondem por integrar o núcleo mentor do mensalão o ex-deputado e ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares. Além desses já mencionados, outros 33 réus, uns com mais outros com menos envolvimento, com mais ou menos apelo midiático, a serem absolvidos ou condenados, já fazem parte história da corrupção no Brasil, que, no caso do mensalão, é contada oficialmente nas 50 mil páginas de processo do Supremo, configurando-se no maior escândalo do governo Lula.


Texto de Adão Oliveira | Jornal do Comércio

Pesquisar este blog

Seguidores